sábado, 31 de dezembro de 2011

A imagem da semana

Charge de Enio para a "Gazeta de Alagoas"

Somos hoje a 6ª economia do mundo. Após anos sob a crise financeira, que teve inicio em 2008, o Brasil ultrapassou o Reino Unido na lista de países mais ricos do planeta. Com o PIB (Produto Interno Bruto) de 2011 estipulado em US$2,4 trilhões, nosso país avança uma posição no ranking e deixa a Grã-Bretanha, de PIB 2,1 trilhões de Dólares, para trás. Entretanto, o que isso retrata?

Sabemos bem que a realidade vivida pelas populações destes países são muito distintas. Falando em cifras, a renda per capita (soma total do PIB dividido pela população) deixa isto muito evidente. No Brasil, este número chega a US$10.800, cerca de 20 mil reais por pessoa, enquanto na terra da Rainha Elizabeth II o valor de 2010 foi US$34.800 (R$ 64.728), algo completamente distante da vida de nossos cidadãos.

Humanamente, as diferenças são ainda mais claras. Pegando o IDH (índice de desenvolvimento humano) como base, avançamos no ano uma posição (estamos na atual 84°) com 0,718 de pontuação, muito atrás dos 0,863 da Grã-Bretanha, país número 28 da lista dos 187 analisados. Este índice é realizado pela ONU, tendo como objetivo classificar o desenvolvimento econômico e a qualidade de vida da população, com resultado entre zero e um, levando em consideração a educação, longevidade (expectativa de vida), e PIB per capita, também conhecido como renda per capita.

Simplificando, o avanço do Brasil na classificação deve-se muito pela crise financeira que afeta os países europeus e sabemos do muito preciso para desenvolvermos socialmente. O próprio ministro da Fazenda, Guido Mantega, comprovou isso nesta semana, quando declarou que “pode demorar de 10 a 20 anos para (o cidadão brasileiro) ter um padrão de vida europeu”.

Nossa atual solides financeira gera expectativas positivas em todos os sentidos, podendo, porque não, esperarmos outro avanço entre as grandes potências nos próximos anos. Resta saber se o desenvolvimento humano seguirá a mesma direção ou seguirá como objetivo secundário.

sábado, 24 de dezembro de 2011

Resumo de dezembro da F1

O assunto mais esperado pela torcida brasileira na Fórmula 1 é a permanência de Rubens Barrichello e Bruno Senna no próximo ano. Enquanto não são confirmados, outras novidades surgem. Contratações, troca de pilotos, novos pneus e equipes viram os assuntos mais falados. Como são tantas as informações recentes, listo para você, leitor, as mais importantes deste mês.

Caterham divulga logo oficial
A equipe Caterham, antiga Lotus, publicou no dia 14 de Dezembro seu logo oficial para a temporada 2012. Mantendo a cor verde como principal, a escuderia precisou mudar de nome por conta de desentendimentos com o Grupo Lotus.


Renault usará V6 no próximo ano
Na semana passada, a Renault anunciou que fará testes equipando seus carros com motor V6, pensando na temporada 2014, quando estes modelos de motores serão usados na categoria. O objetivo é se adaptar o quanto antes a mudança, pois a equipe é uma importante fornecedora deste equipamento para outras equipes, como a Red Bull.

Hispania muda chefe da equipe e país cede
Colin Kolles não é mais o chefe da Hispania. Por conta do pouco progresso de equipe nos dois anos que esteve na F1, Kolles saiu e um substituto ainda não foi definido. Além disso, a Hispania alterou sua cede da Alemanha para a Espanha, isto porque país anterior utilizava uma fábrica de seu antigo chefe.


Novos pneus geram opiniões distintas
No próximo ano, novos modelos de pneus serão introduzidos na Fórmula 1. Nos GPs de Abu Dhabi e do Brasil os novos exemplares já foram testados e teve diferentes analises dos pilotos. Mark Webber, da Red Bull, disse que a Pirelli “fez um excelente trabalho no desenvolvimento”. Enquanto isso, Hülkenberg se sente apreensivo com a novidade, não sabendo “como os pneus Pirelli vão se comportar” com sua Force India.

Além destas, as outras notícias de dezembro podem ser acessadas no blog pelos links abaixo:

Raikkonen está de volta à F1

Fórmula 1 terá 20 etapas no próximo ano

Grosjean supera Senna e é confirmado pela Lotus

Barrichello segue com futuro incerto, mas confiante


Fotos: Divulgação / Andrew Ferraro


sexta-feira, 23 de dezembro de 2011

A imagem da semana


A última edição da revista “Carta Capital” trás em sua capa uma ilustração digna de aplausos por explicitar de forma única a realidade da imprensa nacional. Por outro lado, é de enojar exatamente por ser a pura verdade, por demonstrar o quão refém somos de pequenos grupos de pessoas, detentoras de diversos meios de mostrar (e acobertar) os fatos que sucedem no Brasil.

Não exclusivamente por conta das revelações. Não pelo silêncio perturbador da grande mídia – também conhecida como PIG (Partido da Imprensa Golpista). Mas sim pelo povo, que demonstrou força suficiente para quebrar o bloqueio dos “donos da informação” no nosso país, colocando em evidência, por meio das redes sociais, sua indignação perante as verdades reveladas no livro “A Privataria Tucana”, do jornalista Amaury Ribeiro Jr.

Que esta nova CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito), a da “Privataria Tucana”, se torne um exemplo para a política e justiça nacional, pois, jornalisticamente falando, é certo que já mudou a forma com que muitos viam a “elite” midiática brasileira.

terça-feira, 20 de dezembro de 2011

Marcelo Moreno chega ao Grêmio

Mais um reforço de peso chegou hoje ao tricolor gaúcho. Trata-se do atacante Marcelo Moreno, que estava no Shakhtar Donetsk, da Ucrânia. O jogador chega para fazer dupla ofensiva com Kleber.

Com vínculo de quatro anos, o contrato foi assinado na última quinta-feira, sendo que o clube gaúcho adquiriu 70% dos direitos econômicos, desembolsando 2,5 mi de euros (R$6 milhões) e ainda cedendo 15% do meio-campista Douglas Costa para o time ucraniano. No total, o Grêmio pagou seis milhões de euros pelo atacante (R$14,5mi).


Na apresentação, o brasileiro naturalizado boliviano declarou: “Vou tentar ser aqui o profissional que sempre fui. Quero fazer de tudo para ajudar o time a ganhar títulos”.

Marcelo é o sexto reforço do tricolor, estando entre eles o atacante Kleber, negociado com o Palmeiras, o meia Marco Antônio, ex-capitão da Portuguesa, e o técnico Caio Júnior, que comandou o Botafogo em quase todo o Brasileirão deste ano.


Foto: Divulgação / Grêmio

sexta-feira, 16 de dezembro de 2011

Vasco perde sua arma em contratações, Rodrigo Caetano

Em reunião para o ano de 2012, a diretoria do Vasco perdeu um de seus nomes fortes, o diretor executivo Rodrigo Caetano. Após reunião que durou toda a tarde e se prolongou até o início da noite, o diretor se despediu da equipe carioca por conta de divergências sobre a próxima temporada do clube.

De acordo com o Globoesporte.com, Rodrigo não estava satisfeito com o posicionamento dos demais dirigentes vascaínos sobre os investimentos na equipe para voltar a Libertadores após 11 anos. Outro aspecto que pesou para sua saída foi a maior ligação da categoria de base com o time profissional, algo que cobrava há tempos e não aconteceu.


Caetano comentou a decisão: “São ciclos que se encerram, nós havíamos conversado, era algo que tinha amadurecido, principalmente depois do fim da temporada. Foram três anos de convívio, eu pude contribuir para o resgate do Vasco. Há momentos que você precisa tomar a decisão, foi algo em conjunto, por questões pessoas e profissionais. Agradeço a todos, principalmente ao torcedor do Vasco“.

Em 2009 o atual diretor foi contratado quando o cruzmaltino estava na Série B e contribuiu para o ‘renascimento’ do clube, sua especialidade. Ele também participou do ressurgimento do Grêmio em 2005, deixando a equipe Gaúcha em 2008, quando foi vice-campeã brasileira, assim como o Vasco neste ano.

Mesmo deixando o cargo, Rodrigo Caetano continuará no suporte do departamento de futebol neste momento de transição, sem data limite para a despedida.


Foto: Paulo Sérgio

quinta-feira, 15 de dezembro de 2011

Brasileiros comandam vitória e Barça vai para a final

Já sabendo o adversário da final, o Barcelona encarou o Al Sadd pelas semifinais do Mundial de clubes da FIFA. Favorito em qualquer jogo atualmente, a equipe espanhola jogou mal pelo que pode, até porque poupou alguns titulares por conta da série de jogos que enfrenta. A vitória veio graças a gols de brasileiros, mas Villa virou desfalque certo e Sanchez dúvida para a domingo, contra o Santos.

O Barça sentiu a ausência de Busquets, pois seu substituto, Abidal, não tinha a mesma qualidade na saída de bola e acabava comprometendo a famosa troca de passes do time espanhol. Apesar disso, as chances vinham e o catalão rondava a área adversária.


Foram pouco mais de 30 minutos com o Al Sadd segurando o melhor do mundo, mas uma falha defensiva comprometeu o resultado. Bola levantada por Pedro pela esquerda, o defensor dominou e esperou a chegada do goleiro para isolar a redondo. Só que fazer o fácil é para os fracos, assim pensou Mohamed Saqer. O goleiro ficou em dúvida se poderia pegar com a mão e quando foi dar um bico o lateral brasileiro Adriano já estava na sua frente e mandou para as redes.

Incrível ver que mesmo nervoso o Barça dominava da forma que queria e o gol do lateral tranquilizou a atuação da equipe. Tudo seguia o mesmo, os espanhóis com enorme vantagem na posse de bola (cerca de 70%) e o goleiro do time árabe fazendo suas peripécias. Em chute de fora, o arqueiro contou com o impedimento de Villa, pois havia defendido e mandado nos pés do atacante do Barcelona.

Se o Al Sadd teve seus ‘bons momentos’ segurando o 0x0 no placar, agora já estava meio caminho desandado. Liderado por um goleiro espetacular, o time sofria mais com ele do que com o Barça, que ainda estava em ritmo lento. Faltava ser mais incisivo, algo que Adriano conseguiu ser pouco depois, ao chegar na entrada da área e chutar cruzado. A bola ainda passou debaixo do grande goleiro do Al Sadd antes de morrer no fundo do gol.


Perto do final do primeiro tempo, Villa sentiu o tornozelo em disputa na grande área e foi substituído por Alexis Sanchez. Já durante o jogo, a informação da lesão do jogador chegou à imprensa, que dizia sobre uma possível fratura na tíbia.

A etapa final começou mais xoxo, com o Barcelona administrando o placar, o que não seria diferente, mas com menor intensidade. Foram 15 minutos sem muitos lances e o primeiro cartão amarelo saiu aos catorze, em falta sobre Iniesta. Na cobrança, Messi fez o goleirão trabalhar. O mais incrível foi que ele conseguiu defender, apesar de tudo, mandando para escanteio. Mas no lance seguinte não deu. Passe de Messi e Keita saiu na cara do gol, só dando um toquinho para o terceiro gol.

Após isso o ritmo do jogo ficou ainda lento, já com a classificação assegurada. Sanchez, que havia entrado, deixou o campo, sentindo lesão muscular, dando lugar a Cuenca. Neste momento Abidal já estava no banco e Maxwell trocando passes.  E foi dele o quarto gol do time espanhol, quando invadiu pela esquerda e chutou forte, contando com a ajuda do goleiro para marcar.

Ainda deu tempo para o Al Sadd soltar algumas botinadas, sendo Puyol e Mascherano as principais vítimas, que, a princípio, nada de mais grave foi detectado. Fora isso, tudo seguiu igual e o Barcelona avançou para a final, igualando a maior goleada do Mundial interclubes, também do Barça, mas em 2006 contra o América do México.


A decisão acontece neste domingo, 8:30 da manhã, entre Santos e Barcelona na cidade de Yokohama. Após 48 anos o time brasileiro disputa uma final de mundial e o Barça luta pelo segundo título na competição, tendo vencido em 2009 e desperdiçado a chance contra o Internacional em 2006. Resta agora aguardar alguns dias para vermos o tão esperado jogo entre Messi e Neymar. O Santos tem chance?


Foto: Reuers / Gazetaesportiva.com

quarta-feira, 14 de dezembro de 2011

Disputando gol a gol, Brasil perde no Handebol

Um grande jogo hoje no ginásio do Ibirapuera. Brasil e Espanha se enfrentavam pelas quartas-de-final do Mundial feminino de handebol. Com dois grandes times em quadra, cada gol era decisivo e valia muito. Porém o time brasileiro escorregou no final e acabou levando o gol que deu a vitória e a vaga ao time espanhol, por 27 a 26.

Após sair invicto e 100% da primeira fase e superar a Costa do Marfim nas oitavas, o Brasil objetivava fazer história, pois a melhor posição da equipe nesta competição foi um 7º lugar, em 2005. Do outro lado, a Espanha também planejava um quebrar recordes. Em 2009, último mundial, conseguiu seu melhor desempenho terminando em 4º e sonhava alto neste ano.


Os primeiros instantes de jogo mostrou um time brasileiro ainda se acostumando com a partida. Até por isso, sofreu três gols seguidos das espanholas, gols que fariam diferença depois. Quando se encontraram na quadra, o ataque esbarrava na boa goleira Silvia Navarro, que interceptava as tentativas tupiniquins. O primeiro tempo terminou com vitória parcial da Espanha por 19 a 17.

Ainda restavam 30 minutos, tempo que separava uma das equipes do sonho da semifinal. E em pouco tempo o time da casa fez o que a torcida paulista esperava, virou o jogo, que agora apontava Brasil 21, Espanha, 20. Mas, como já dito, o equilíbrio se mantinha vivo a cada lance. Se Chana interceptava um ataque, a goleira Navarra fazia uma defesa e compensava. Da mesma maneira que a Espanha cravava um gol o ataque verde e amarelo ia à frente e buscava o prejuízo.

Faltando dez minutos, a vantagem era das europeias, com 25 gols a 23 das brasileiras. Restando quatro minutos, a partida já estava novamente empatada. O jogo então chegava nos momentos cruciais, onde qualquer falha mínima poderia definir o triunfo. E foi o que aconteceu. 1 minuto e 10 segundos para o fim, ambos com 26 gols. Restando 40 segundos uma parada técnica para definir a tática a ser usada.


Tática a essa altura? O que movia as garotas era a vontade de marcar uma era. E quando o placar mostrada 20 segundos restantes, falha no setor ofensivo que pegou a defesa brasileira desarmada, deixando a goleira Chama cara a cara com a atacante. Sem chances para o símbolo do time, gol da Espanha. Nos últimos instantes o Brasil teve chances numa série de faltas próximas à área adversária, mas a barreira de todas as jogadoras europeias não foi superada e o placar mantido.

Apesar da derrota este time brasileiro mostrou grande avanço. Em sua terra natal, a equipe foi empurrada pela torcida e avançou até as quartas com méritos plenos e esperança de boa campanha. Pode não ter sido a melhor da história, entretanto, a garra das garotas ficará marcada no torcedor que acompanhou as partidas do time neste Mundial de 2011.


Fotos: Gazeta Press / Photoegrafia

Corinthians renova com Paulo André até 2014

Mesmo sendo o atual campeão brasileiro, o Corinthians segue reforçando seu elenco para a próxima Libertadores. Pensando lá na frente, a nova ação da diretoria foi manter a base. Sendo assim, o que faltava foi resolvido: Paulo André fica por mais três anos.

O antigo contrato do zagueiro se encerrava no final da temporada 2012, mas o s dirigentes alvinegros resolveram prolongar seu vinculo com o clube. No Twitter o atleta confirmou o acerto: “Passando para dizer que aqui é Corinthians! Até 2014! Feliz. Foi mais um presente nesse ano de superação. E que 2012 seja melhor, nós merecemos!”.


No último brasileirão, Paulo André assumiu a titularidade na defesa corintiana após o capitão Chicão se desligar de uma concentração. Paulo seguiu no time titular e ganhou a confiança de Tite e da torcida, consagrando-se campeão brasileiro.


Foto: Tom Dib

Um futuro tenso nos espera

De uns tempos para cá a CBF se tornou sinônimo de confusão, dúvidas e, obviamente, de Ricardo Teixeira. Seu grande ‘dono’ está ligado cada vez mais em investigações de possíveis trambiques ligados à imagem da confederação máxima do futebol nacional. E nos últimos meses, dois reforços de peso adentraram na equipe: Andrés Sanchez e Ronaldo.


Inicialmente, podemos ver a entrada destes grandes nomes como para-raios do Texeirão, o que dificilmente deve ser um erro, tanto a afirmação quanto a ação do ‘Boss’. A imprensa vem sujando a imagem de Ricardo com diversas noticias novas que surgem com o tempo. Ou melhor, a imprensa o suja ou o próprio anda jogando laranjas em sua imagem?

Ah, bela palavra a ser mencionada, laranja... É exatamente este o papel dos dois ex-corintianos, sem fazer más referências ao clube. Primeiro chegou Andrés Sanchez, para assumir o comando da pasta das Seleções, responsável por atitudes ligadas aos times principais e subcategorias de ambos os sexos. Entretanto, que ações serão desempenhadas pelo ‘best friend’ de Ricardo Teixeira? Não sabemos. Quer dizer, conheceremos lá na frente, sabe-se lá de que forma.


Ronaldo foi o segundo nome e de repercussão mundial. Claro, um ícone de todo o mundo só poderia ter este tamanho de imagem. Por sinal, imagem esta que tem o atual papel de se ligar à imagem da própria CBF, não com esta função bem clara, mas subentendida. Como um ex-jogador com o currículo de Ronaldo Fenômeno teria seu nome atrelado a escândalos? Pelo menos este é o pensamento da maior parte da população.

Ricardo Teixeira fez os melhores movimentos que podia para limpar sua barra, colocando Andrés como para-raios e Ronaldão como escudo protetor de tomatadas e acusações mil. Divididas as funções e alvos, vemos futuros momentos complicados em tudo que se envolve a Ricardo Teixeira, quer dizer, a CBF. Imagino agora como serão as negociações da Copa de 14 e de onde sairão os bolos de dinheiro para que ela exista...

Como dizem “A voz do povo...”


Equilíbrio domina rodada da Superliga e Vôlei Futuro segue líder

A segunda rodada da Superliga feminina de vôlei aconteceu nesta terça-feira, com seis jogos. Com times parelhos, a competição se mantem tendo grande equilíbrio e poucos placares com diferenças anormais. Apesar disso, o Vôlei Futuro venceu mais uma e segue na ponta da tabela, seguido na cola pelo Sesi-SP.


Fernanda Garay encara o bloquei catarinense
 na vitória do Vôlei Futuro em casa

No Rio de Janeiro, a equipe da casa (Macaé) recebeu os paulistas do Sesi, que buscavam assumir a liderança. A vitória foi conquistada sem muitos problemas por 3x0, parciais de 25/23, 25/20 e 25/17, na presença de um público de 900 pessoas. Outra equipe que perdeu em casa foi o Pinheiros, desta vez por 3 sets a 2 para o São Bernardo, onde o time vencedor somou dois pontos e o derrotado 1.

Nas partidas restantes, todos os anfitriões saíram vitoriosos. O Vôlei Futuro jogou para manter a primeira colocação e superou o Rio do Sul por 3x0, parciais de 27/25, 25/14 e 25/19. Em Belo Horizonte, o Usiminas superou o Praia Clube, em jogo com cobertura do Boleiros da Arquibancada feita por João Vitor Cirilo, também pelo placar de 3x0. O São Caetano bem que tentou estragar a festa do Unilever no Rio, mas não teve forças e foi vencido por 3x0 no ginásio do Tijuca Tênis Clube.

Estes jogos da Superliga demonstra um grande equilíbrio na pontuação das equipes. Muitos placares elásticos (3x0) acabam escondendo o trunfo da competição, que é ter times com níveis próximos e atletas com boa média de pontos nos jogos.


Foto: Alessandro Iwata 

Toro Rosso dispensa pilotos e apresenta novas caras

Nesta quarta-feira a Torro Rosso (STR) anunciou a troca no seu quadro de pilotos para a temporada 2012 da Fórmula 1. Jaime Alguersuari e Sebastian Buemi não estão mais nos planos, enquanto Daniel Ricciardo e o francês Jen-Eric Vergne assumem o comando dos carros.

Ricciardo (esquerda) e Vergne são confirmados
como titulares da equipe em 2012

A STR declarou que a escolha foi feita junto com a Red Bull, equipe principal da escuderia italiana. Franz Tost, chefe da Toro Rosso, declarou o seguinte sobre a troca: “No ano passado, Daniel e Jean-Eric provaram que têm valor e espero que eles deem uma contribuição significativa para o desempenho da equipe no próximo ano”.

Neste ano, Ricciardo atuou na F1 pilotando pela Hispania e Vergne disputou a Fórmula Renault, terminando como vice-campeão. Apesar da pouca experiência, o francês já fez diversos testes na categoria e é considerado uma grande promessa no automobilismo.

terça-feira, 13 de dezembro de 2011

Barrichello segue com futuro incerto, mas confiante

Após completar seu 19° ano na Fórmula 1 no fim desta temporada, o brasileiro Rubens Barrichello ainda não sabe se permanecerá na categoria em 2012. O piloto se mantém otimista, não pensa em aposentadoria e espera renovar o contrato que tem com a Willians assim que possível.


Por conta da crise financeira, diversas escuderias procuram pilotos que consigam trazer investidores, o que não acontece com Rubinho, mesmo com sua experiência. Apesar disso, ele confia na sua permanência. “Por enquanto não tenho muitas novidades, mas a luta continua. A gente tem que lutar muito para conseguir o que quer”, declarou ele durante o prêmio Capacete de Ouro.

Sobre parar, Barrichello disse: "Vivi muita coisa legal nesses 19 anos de Fórmula 1, mas eu tenho energia, tenho vontade e quero meu 20° ano”.

A Willians já confirmou a permanência do venezuelano Pastor Maldonado para o ano seguinte e ainda possui uma vaga em aberto.


Foto: Gazeta Press

Figueira vira filial da Seleção de 94 e contrata Branco

Depois de surpreender no campeonato brasileiro deste ano sob o comando de Jorginho, o Figueirense perdeu seu treinador. Não demorou muito e o clube já anunciou o substituto. Para a vaga do ex-lateral, outro antigo ala da Seleção de 94 foi contratado, o tetracampeão Branco.

Branco encerra o curso de treinadores promovido pela CBF nesta próxima quarta-feira e foi apresentado como novo comandante do Figueira nesta terça-feira. O time catarinense já havia anunciado que após a saída do antigo técnico, que trabalhará no Japão, buscava um “novo Jorginho”.


Para o próximo ano, o primeiro trabalho de Branco será difícil, pois o alvinegro perdeu muitos jogadores da boa campanha deste ano. Para dificultar ainda mais, encara competições ainda mais difíceis, como a Copa Sul-Americana.


Foto: Divulgação/Figueirense

segunda-feira, 12 de dezembro de 2011

Arsenal anuncia lesão de André Santos

Nesta segunda-feira o Arsenal confirmou em seu site que o lateral André Santos desfalcará a equipe londrina por três meses. O brasileiro torceu o tornozelo direito no jogo contra o Olympiacos, pela Champions League, quando os ingleses perderam por 3x1.


Inicialmente, os médicos previam uma recuperação em cerca de três semanas. Porém, após novos exames foi constatado que é necessária uma cirurgia para corrigir a lesão do lateral. O procedimento cirúrgico será realizado no Brasil.

André Santos tem 28 anos e foi contratado pelo Arsenal no início desta temporada 2011/2012, por 6,2 milhões de libras (R$16,3 mi). Até agora já entrou em campo 14 vezes e anotou dois gols com a camisa dos Gunners.

Gilsinho é oficializado como novo reforço do Timão

Após confirmar Vitor Júnior, meio-campista ex-Atlético-GO, e se acertar com o zagueiro Felipe, do Bragantino, o Corinthians confirmou a contratação de mais um jogador. O atacante Gilsinho é o novo nome do elenco, que retorna ao Brasil após quatro temporadas no futebol japonês.

O atacante tem 27 anos e assinou contrato até o final de 2012, tendo a possibilidade de prolongar por mais um ano. Sem ligação com nenhum time, o Corinthians não teve custos para adquirir o atleta, apenas tendo que arcar com seu salário, como diz no texto oficial publicado no site do clube.


Sendo pouco conhecido por aqui, o jogador compreende a desconfiança da torcida: “Como não sou tão conhecido é normal os torcedores ficarem com o pé atrás, mas vou jogar com muita dedicação, vestir a camisa mesmo, para mostrar meu potencial”.

No Brasil, Gilsinho ficou famoso ao atuar pelo Paulista de Jundiaí, quando marcou oito gols no Paulistão de 2007 e se transferiu para o Japão.

Autocrítica para os futebolistas dos teclados

Fim do campeonato brasileiro. Após pequeno instante de tristeza e nostalgia, os jornalistas do futebol, vendo-se sem sua fonte inspiratória, partem para o momento mais esperado por alguns estes: a época de especulações. A busca por furos de reportagens e a contratação de X ou Y pelo time G ou H tem sua vida renascida após um ano de hibernação. Precisamos estar atentos apenas a um detalhe, mas não tão minúsculo, que é o compromisso com a verdade.

Dizer que o jogador Djalma, craque do ataque, vai vestir as cores do XV de Piracicaba é algo que merece cuidado. As fontes devem ter grande fundamento, pois sua capacidade na profissão está em jogo, tanto com seu chefe quanto com seus ouvintes. Porém, isso é o de menos. O mais perigoso neste sentido é criar falsas expectativas a um torcedor fervoroso do XV, que começa então a sonhar além do que seu time pode alcançar dentro das quatro linhas brancas.


A ilusão é o pesadelo mais temido por um amante. Pensar que algo poderia ter sido diferente, que atitudes não pensadas quebraram a magia são coisas que o torturam. Com os amigos das arquibancadas não é diferente. Imaginar que o Djalma não veio para sua equipe e que o desempenho poderia ser outro é uma emoção de grande desgosto, de decepção intensa.

Nós, homens da informação, precisamos saber com o que estamos lidando. O sentimento do torcedor com seu clube é o mesmo de namorados. Saber que o time tinha capacidade de investir mais, forçar melhores resultados, ir além e não fez é frustrante, é quebra de confiança.

Não podemos simplesmente brincar, criar a matéria-prima para o surgimento destas falsas situações pensando apenas em nossa pele. Transformar a informação em mercadoria é infidelidade plena com a essência de nossa profissão. Então, blogueiros, tuiteiros e afins, pensem bem antes de postar informações. Verifiquem e analisem sua veracidade para não atingir de maneira errada quem te acompanha.


domingo, 11 de dezembro de 2011

Triunfo e vexame da semana

Triunfo!

Precisando apenas de um empate, o Corinthians enfrentou o Palmeiras no último domingo no Pacaembu. O resultado de 0x0 não é o alvo, e sim a conquista do time alvinegro, levando em consideração toda a trajetória do clube neste brasileirão. No decorrer de todo o campeonato o time paulista se manteve no topo, sem sair da zona de classificação da Libertadores. Teve momentos espetaculares, principalmente nas dez primeiras rodadas, e outros de baixa, quando perdeu para o Botafogo, no Pacaembu.


Apesar de tudo, o Pentacampeonato foi alcançado com méritos totais, provando ser o time mais regular do Brasil. Pode não ter o melhor elenco, até porque isso vai de acordo com a opinião de cada um, entretanto, o entrosamento e dedicação dos jogadores foram superiores e consagraram este elenco na história do clube.
Parabéns ao Corinthians!

Reveja os melhores momentos do clássico contra o Palmeiras, a ‘grande final’, e a comemoração dos torcedores e jogadores com o título:



Vexame!

Podendo despachar o maior rival para a segunda divisão do campeonato nacional, o Atlético-MG tinha tudo em mãos para encerrar com chave de diamante a sua temporada 2011. Já tendo escapado matematicamente do Z-4, o alvinegro visitou o Cruzeiro com o objetivo claro em mente: vencer e festejar a desgraça alheia. Porém, a equipe de Cuca não contou com a vontade da Raposa de se manter na elite futebolística brasileira. 

Toda a determinação que a equipe celeste não teve durante o campeonato brasileiro deixou para ser usada neste jogo. E o resultado final foi compatível com sua garra. Antes do jogo, um 6x1 no placar era bem mais provável a favor do Galo, mas, mais uma vez o futebol deu seu ar de imprevisível e o Cruzeiro mandou esta goleada sem dó.

Confira os gols da partida:


Foto: Folhapress

sexta-feira, 9 de dezembro de 2011

Grosjean supera Senna e é confirmado pela Lotus

Já tendo Kimi Raikkonen garantido como primeiro piloto da equipe, a Lotus confirmou na manhã desta sexta-feira o companheiro do “Homem de Gelo”. O francês Romain Grosjean venceu o duelo fora das pistas com Bruno Senna e foi o escolhido para correr pela equipe.

Grosjean comemorou a vaga na escuderia e por correr ao lado de Raikkonen: “Estou animado por ser um dos pilotos titulares da equipe em 2012. Correr ao lado de um campeão mundial e que está faminto por retornar à Fórmula 1 será uma grande experiência e tenho certeza de que melhorará meu desempenho também”.


Além de Bruno Senna, o russo Vilaty Petrov também concorria por uma posição. Há dois anos como titular da Renault, que agora se chama Lotus, terá agora que brigar por vaga em outras equipes, assim como Bruno e Rubens Barrichello.


Foto: Divulgação

Grêmio contrata capitão da Portuguesa

Pensando alto na temporada 2012, o Grêmio oficializou acordo com o meio-campista Marco Antônio, que disputou e conquistou a Série B deste ano com a Portuguesa. O contrato com o clube gaúcho tem duração de quatro anos.

De férias, o jogador se apresentará ao clube em Janeiro, para realizar pré-temporada em Bento Gonçalves, no Rio Grande do Sul, junto com os novos companheiros. Além dele, Kléber já está certo para atuar com a camisa do tricolor na próxima temporada.


O diretor de futebol gremista, Paulo Pelaipe, analisou a contratação de Marco Antônio em entrevista a Radio Gaúcha: “É um jogador que é muito bom taticamente para jogar no meio-campo do Grêmio. Também tem uma boa liderança e isso também é importante”.


Foto: Gazeta Press

quinta-feira, 8 de dezembro de 2011

Manchester’s decepcionam, enquanto o Lyon faz resultado histórico na Liga

A última rodada da fase de grupos da Liga dos Campeões reservou algumas surpresas e quedas histórias. Dentre os times ingleses, os londrinos avançaram, enquanto os de Manchester amarguraram eliminações precoces. Outras decepções foram os campeões nacionais Porto e Borussia Dortmund, que não mantiveram o mesmo desempenho da temporada anterior e também deixaram a competição antes do previsto. Quem não decepcionou foi o Lyon, classificado para as oitavas depois de goleada sobre o Dínamo Zagreb.


No grupo A, classificado como o mais difícil desta parte inicial, o Bayern de Munique já estava classificado e enfrentou o Manchester City com a equipe reserva. O jogo teve cobertura de João Vitor, que analisou a vitória dos donos da casa por 2x0. Mesmo vencendo, o time de Tevez não seguiu para a próxima fase, isso por conta da vitória do Napoli contra o Vilarreal, também por 2x0.

Apesar do mau começo no segundo grupo, a Internazionale de Milão garantiu que a logica imperasse. Na rodada final jogou classificado, e assim como o Bayern colocou os reservas para atuar. O CSKA era o adversário e lutava pela segunda vaga, precisando vencer e torcer por um tropeço do Trabzonspor, da Turquia, que jogou contra o Lille fora de casa. Com o 2x1 aplicado nos italianos, o time de Vagner Love avança em segundo, com a Inter líder.

O grupo C amargou um dos maiores vexames, com a queda o United frente o Basel. O jogo foi na Suíça e era a disputa direta pela classificação, onde o Benfica já tinha a liderança nas mãos, garantida com a vitória sobre o Otelul. No final, o Manchester deixou sua eficiência de anos anteriores de lado, perdendo por 2x1 e viu o adversário festejar a classificação.


Lyon e Real Madrid seguiram para a próxima fase. Os espanhóis tinham a liderança assegurada e entraram com todos os reservas para enfrentar o Ajax, na Holanda. A boa atuação fez o time manter os 100% de aproveitamento e vencer os holandeses por 3x0. Já o Lyon precisava vencer e torcer pelo tropeço do Ajax. Comandado por Gomis, que fez quatro gols, o time francês entrou com força total e aplicou o incrível placar de 7x1 atuando na casa do adversário.

Chelsea e Arsenal comandaram os grupos E e F, respectivamente. Os Blues venceram o Valência em casa em grande atuação do atacante Drogba, superando o Bayer Leverkusen na tabela e ficando na ponta. Os alemães precisavam apenas da vitória para ficar na liderança, mas o empate com o Genk fez amargurar a segunda vaga. Enquanto isso, o Arsenal, classificado, levou jogadores do banco para jogar com o Olympiacos, perdendo por 3x1. O resultado não foi suficiente para classificar o time, pois o Olympique conseguiu virar sobre o Dortmund, na Alemanha, e vai para as oitavas.


Se os times de Londres colocaram a superioridade em campo, Porto e Shaktar não conseguiram o mesmo. O campeão português lutava diretamente pela vaga em casa, contra o Zenit. Apesar disso, não saiu do zero e viu o adversário avançar. No outro jogo, o líder Apoel não conseguiu se manter como surpresa e perdeu dentro de casa para o Shaktar, por 2x0, mas já tinha vaga certa.

No último grupo, Milan e Barça cumpriam tabela e ambos entraram com os reservas. Com gols de Pato e Robinho, os italianos abriram 2x0 contra o Plzen, mas sofreram o empate no minuto final de jogo. O Barça pegou o BATE no Camp Nou e, sem fazer piadas infames, conseguiu mais uma goleada nesta temporada, um 4x0 com dois gols de Pedro Rodrígues.


Fotos: AP / Getty Images / Reuters 

domingo, 4 de dezembro de 2011

Penta para o Magrão!

O dia começou difícil para o corintiano. Nesta madrugada a fiel torcida perdeu um de seus maiores ídolos, Dr. Sócrates, líder da democracia alvinegra da década de 80. Apesar da grande perda fora dos gramados, a equipe paulista estava brigando pela conquista do título nacional desta temporada. Era necessário um empate frente ao maior rival para garantir a conquista e homenagear o craque de ideologia memorável.


Tite tinha problemas para colocar a equipe em campo. Ralf e Danilo cumpriam suspenção automática e durante toda a semana o treinador testou a equipe de diversas formas. No final, Alex foi a escolha logica para a armação, com Wallace, zagueiro, adiantado à frente da defesa. Sem Emerson Sheik, suspenso pelo STJD, Jorge Henrique entrou na equipe titular. Pelo lado alviverde, time completo e vontade além do comum de estragar a festa do eterno rival.

Pelo espírito das equipes, o título seria decidido naquele jogo, sem interferências exteriores. Os jogadores palmeirenses entravam com fúria nas jogadas, demonstrando que a rivalidade falava mais alto dentro de campo. Com algumas entradas ríspidas, era visível o nervosismo alviverde, que não terminaria bem. Já o Corinthians jogava com pelo resultado, não arriscando tudo, mas sabendo que não poderia dar chances para o adversário, pois poderia se arrepender.

Dentro da etapa inicial, o jogo manteve-se truncado, com poucas jogadas criadas e raros momentos de perigo para os dois goleiros. Na falta batida por Alex, a bola subiu demais e não assustou. Patrik e Ricardo Bueno tabelaram e o meio-campista concluiu próximo à trave esquerda de Júlio Cesar. O alviverde chegava na bola parada, sua grande arma ofensiva neste ano. Faltava objetividade e criatividade para as equipes, que apenas trocavam passes e não conseguiam colocar as defesas adversárias na roda.

O segundo tempo começou da mesma maneira tensa. Logo aos quatro minutos o cartão vermelho já estava fora do bolso do juiz, fazendo com que Valdívia, depois de entrada em Jorge Henrique, fosse para fora de campo mais cedo. Seneme foi rígido, mas fez para acalmar o jogo e evitar maiores confusões. Pouco depois, Fábio Santos subiu pela esquerda e levantou na área. Liédson estava livre, pronto para cabecear para o gol, mas a bola passou raspando. Quem pensou que o perigo tinha passado se enganou. A bola seguiu e encontrou a coxa de Gerley, passando muito próximo do travessão do gol de Deola.


Em contra partida, o Palmeiras teve a melhor oportunidade de tirar o zero do placar. Assunção cobrou falta da intermediária esquerda, que contou com o cabeceio de Fernandão para acertar a trave. Na volta, Luan tinha pouco ângulo e o gol livre. De primeira, o atacante encheu o pé e viu a redonda ir mais alto do que poderia. Maikon Leite estava pronto para entrar em campo e lamentou a chance não aproveitada.

Mesmo com um homem a mais em grande parte do segundo tempo, o Corinthians não conseguia matar o jogo. E sabia que isso não era necessário, pois só perderia o título caso perdesse para o Palmeiras e o Vasco triunfasse sobre o Flamengo. Porém, se com um a mais não estava dominando, tendo o mesmo número de jogadores em campo pioraria a situação. Após tiro de meta batido por Deola, Wallace e Maikon Leite dividiram a bola. O zagueiro alvinegro entrou com maior força no lance, assim como Valdívia, e acabou expulso igual o chileno.

Tite então começou a criar sua ‘fortaleza’ defensiva. Chicão e Moradei entraram nas vagas de William e Jorge Henrique, assegurando a manutenção do placar e da chegada da taça à São Paulo. Antes de sair, Jorge Henrique deu o famoso chute no ar feito por Valdívia e iniciou uma confusão após a entrada de Gerley. Leandro Castán e João Vitor acabaram levando o vermelho e após seis minutos de troca de farpas e empurrões o jogo prosseguiu. E seguiu com o mesmo placar até o fim, confirmando a lógica do pré-jogo, com o título sendo mesmo conquistado pelo favorito, o timão.


O Pentacampeonato vem da melhor forma que o torcedor alvinegro poderia imaginar. Contra o rival histórico, em grande fila de títulos, o time da marginal Tietê manteve sua regularidade na competição e levou o caneco para o Parque São Jorge com méritos indiscutíveis. A perda de Sócrates nesta manhã sem dúvidas será sentida pelo bando de loucos, mas tem homenagem e gratidão garantida pela fiel torcida, sendo o título a marca deste agradecimento pelos anos de honra com que o Magrão defendeu o manto alvinegro sagrado.


Fotos: Folhapress / Gazeta Press

sábado, 3 de dezembro de 2011

Barça libera lista do Mundial

Assim como fez o Santos nesta semana, o Barcelona divulgou a lista de jogadores da equipe que participarão do Mundial de clubes no Japão, que começa no próximo dia 8 de dezembro. Dentre eles, Messi teve vaga assegurada.

Sem grandes novidades, as surpresas ficaram com o terceiro goleiro Oier Olazábal e o meio-campista Jonathan dos Santos, que ocupa a vaga de Affelay. O holandês lesionou o joelho e volta apenas no ano que vem.


Confira a lista dos 23 atletas:

1 – Victor Valdés
2 – Dani Alves
3 – Gerard Piqué
4 – Cesc Fabregas
5 – Carles Puyol
6 – Xavi Hernández
7 – David Villa
8 – Andrés Iniesta
9 – Alexis Sanchez
10 – Lionel Messi
11 – Thiago Alcântara
13 – José Manuel Pinto
14 – Javier Mascherano
15 – Seydou Keita
16 – Sergio Busquets
17 – Pedro Rodrígues
18 – Jonathan dos Santos
19 – Maxwell
21 – Adriano
22 – Éric Abidal
24 – Andreu Fontas
25 – Oier Olazábal
27 – Isaac Cuenca

sexta-feira, 2 de dezembro de 2011

Belluci define novo treinador

O tenista brasileiro Tomaz Bellucci divulgou no último dia 30 o seu novo treinador. O argentino Daniel Orsanic foi a escolha para a temporada que vem. Anteriormente, seu técnico era Larri Passos, eterno 'tutor' de Gustavo Kuerten.

Em postagem no Twitter, o tenista anunciou a decisão: “Bom dia! Ainda estou de férias, mas conto para vcs em primeira mão que o argentino Daniel Orsanic é o meu novo técnico".


Neste ano, Bellucci não teve aproveitamento satisfatório sob o comando do famoso treinador. No inicio da temporada, o brasileiro era o 31º do ranking mundial, enquanto que agora é o 38ª nome da lista de melhores do mundo. Transformando em números, seu desempenho que era de 57,6% na temporada 2010 se tornou 50% em 2011.


Fórmula 1 terá 20 etapas no próximo ano

A FIA (Federação Internacional de Automobilismo) confirmou que a temporada 2012 da Fórmula 1 terá a disputa de 20 provas, uma a mais que neste ano. Mais uma vez o circuito de Interlagos fechará a temporada, no dia 25 de novembro.

Entre as etapas, o Grand Prêmio dos Estados Unidos está de volta e acontecerá em Austin, no Texas. Quem perde espaço no próximo ano é a prova na Turquia, que neste ano aconteceu em Istambul.


Veja o calendário da F1 para 2012:

18 de Março – Austria (Melbourne)
25 de Março – Malásia (Sepang)
15 de Abril – China (Xangai)
22 de Abril – Bahrein (Sakhir)
13 de Maio – Espanha (Barcelona)
27 de Maio – Mônaco (Monte Carlo)
10 de Junto – Canadá (Montreal)
24 de Junho – Europa (Valência)
08 de Julho – Inglaterra (Silverstone)
22 de julho – Alemanha (Hockenheim)
29 de Julho – Hungria (Hungaroring)
02 de Setembro – Bélgica (Spa-Francorchamps)
09 de Setembro – Itália (Monza)
23 de Setembro – Cingapura (Cingapura)
07 de Outubro – Japão (Suzuka)
14 de Outubro – Coreia do Sul (Yeongam)
28 de Outubro – Índia (Nova Dehli)
04 de Novembro – Abu Dhabi (Abu Dhabi)
18 de Novembro – Estados Unidos (Austin)
25 de Novembro – Brasil (Interlagos)

Raikkonen está de volta à F1

A equipe Lotus Renault anunciou nesta semana a contratação do piloto Kimi Raikkonen para a temporada 2012. Campeão mundial em 2007 pela Ferrari, o “Ice Man” retorna após dois anos distante da categoria, atuando neste período no Mundial de Rali.

Aos 32 anos, Raikonnen confirmou que desejava há algum tempo voltar a correr pela modalidade: “Estou empolgado por retornar à Fórmula 1 depois de dois anos. Agradeço à Lotus-Renault por me oferecer essa oportunidade. Meu tempo no Mundial de Rali foi um estágio importante na minha carreira, mas não posso negar que meu apetite pela F1 retornou recentemente”.


Com apenas Kimi confirmado para a próxima temporada, a Lotus tem como opção para segundo piloto o brasileiro Bruno Senna e o russo Vitaly Petrov, ambos os corredores da equipe nesta temporada. Além deles, o francês Romain Grosjean também está na disputa, mas com menos força. Qualquer escolhido ainda terá a sombra de Robert Kubica, corredor polonês afastado após sofrer grave acidente em uma prova de rali.


Foto: Divulgação

quinta-feira, 1 de dezembro de 2011

São Paulo renova com Leão para 2012

Emerson Leão agradou tanto a diretoria São Paulina que recebeu mais uma carta de confiança de seus comandantes. Na tarde desta quinta-feira, o técnico renovou seu contrato por mais um ano com o tricolor paulista.


Mesmo sem conseguir atingir os seus alvos no final deste brasileirão, que era conquistar o titulo brasileiro ou ao menos a vaga para a Libertadores, Leão segue no comando 2012. Adalberto Batista, diretor de futebol, declarou sobre a renovação: “Embora os resultados por enquanto não tenham sido expressivos, o trabalho no dia a dia foi muito satisfatório. Por isso antecipamos a renovação já pensando na programação da próxima temporada”.

Nesta temporada, Emerson Leão é o terceiro treinador a liderar a equipe, tendo como antecessores Paulo Cesar Carpegiani e por último Adilson Batista. Milton Cruz também comandou o time, mas apenas como interino.


Foto: Divulgação / São Paulo FC

A tríplice coroa disse adeus ao Vasco

Buscando a conquista de dois títulos no final deste ano, o Vasco foi ao Chile tentar superar a equipe da casa, o Universidad. No primeiro jogo da semifinal, em São Januário, o empate em 1x1 deu vantagem ao time chileno pelo gol fora de casa. Um empate pelo mesmo placar levaria às penalidades, mas o time brasileiro não conseguiu colocar a bola dentro das redes.


O primeiro tempo mostrou os brasileiros com maior posse de bola, tocando bastante, mas pecando demais na criação e conclusão próximo ao gol. Quando roubava a bola, o Universidad era muito mais focado, indo direto ao ponto e tentando fazer o gol para piorar a vida da equipe carioca.

O lance de maior perigo na etapa inicial veio com os donos da casa. Em contra-ataque rápido, após cobrança de falta de Juninho Pernambucano nas mãos do goleiro Herrera, o atacante Vargas saiu na cara de Fernando Prass. O camisa um teve que ser arrojado, foi nos pés do atacante e acabou com o perigo. No decorrer do lance, Prass recebeu forte entrada de outro atacante adversário, que recebeu cartão amarelo.

Quem conseguiu levar perigo para o Vasco foi Rômulo, após belo lançamento de Juninho, mas foi desarmado pelo defensor. Castro compensou, quando ganhou da vaga na corrida e chutou cruzado, forçando defesa de Prass. O goleiro espalmou nos pés de Vargas, que mandou de primeira para fora. Em outra jogada de perigo, Prass não conseguiu fazer milagre. No primeiro chute, de Aránguiz, o goleiro defendeu, Porém, o rebote caiu na frente de Canales, que chutou alto para abrir o placar.


No segundo tempo, Rômulo chegou mais uma vez com boas chances de tirar o Vasco do zero. Depois de tabelinha com Alecsandro, o volante invadiu a área pela direita e chutou cruzado e vendo Herrera interferir bem no lance e fazer a defesa parcial. A zaga viu o perigo eminente e isolou a bola como pode. Pouco depois, Dedé cabeceou após escanteio próximo da trave esquerda. Parecia não ser a noite dos cariocas, que não conseguiam fazer o gol de empate.

Em outra chance de Rômulo, esta num chute forte de fora da área, o goleiro Herrera mais uma vez trabalhou bem e jogou para escanteio. Castro também estava inspirado. Ele conseguiu sair na cara de Prass e encobriu o goleiro. Porém, o atacante mandou muito forte e a bola saiu pelo lado esquerdo do gol.

Se as coisas já estavam caminhando para o pior, a expulsão de Fágner, aos 24 minutos, selou a queda da equipe vascaína. Após dar uma cotovelada no adversário, o lateral foi ‘convidado a se retirar de campo’ pelo árbitro Dario Ubriaco. No lance seguinte, o tiro fatal. Mena recebeu na esquerda, esperou o centroavante ficar na cara do gol e cruzou para Eduardo Vargas mandar para o fundo do gol e fazer a alegria da torcida da casa. 2x0 e bora voltar pro Rio, vascão.


A eliminação da Sul-Americana veio na véspera da decisão do campeonato brasileiro. Contra um bom time, o favorito ao título Universidad, o Vasco não fez o necessário para avançar fora de casa. Agora, o foco volta a ser o brasileirão, onde o time alvinegro enfrenta o Flamengo no Engenhão neste domingo e torce por um triunfo do Palmeiras sobre o Corinthians, jogo que acontece no Pacaembu.


Fotos: Reuters / AFP